Notícias

Criatividade e inovação marcam quarentena de alunos em escola pública de Mogi das Cruzes (SP)

13/11/2020

Atividade das aulas on-line de Tecnologia envolveram criação de robôs personalizados com um olhar para ajudar o próximo

Compartilhaê!

A estudante Luna posa para foto com o seu robô feito de materiais recicláveis

Os alunos do 6º e 7º ano do Ensino Fundamental da Escola Estadual Professor Aristóteles de Andrade, em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, desenvolveram uma atividade que envolveu muita criatividade, conscientização, participação de familiares e protagonismo social nesse período de pandemia do COVID-19.

Tudo isso foi resultado da proposta da professora Eunice Guedes, responsável pela disciplina de Tecnologia, conteúdo eletivo implementado neste ano através do Programa Inova Educação do Governo do Estado de São Paulo.

A atividade consistia inicialmente na produção de um site “desplugado”, ou seja, utilizando recursos não digitais, para a promoção de robôs personalizados, construídos a partir de materiais recicláveis pelos próprios alunos com ajuda de seus familiares, para que de alguma forma pudessem contribuir com a sociedade nesse contexto da pandemia do COVID-19. Porém, com o fechamento das escolas, a atividade passou a ser feita totalmente on-line, “e isso não diminui o engajamento dos envolvidos, pelo contrário, foi um fator que impulsionou a criatividade de todos”, explica Eunice. Assim, a proposta de construção dos robôs se manteve.

Foto da professora Eunice Guedes

Eunice Guedes, professora de Tecnologia na Escola Estadual Professor Aristóteles de Andrade

E não foi só isso. Através da atividade, os estudantes puderam exercitar atitudes empreendedoras para promover o seu projeto, que envolveu a criação de um vídeo para apresentar o robô e suas funcionalidades, e principalmente suas contribuições para os cuidados de prevenção e saúde psicológica neste contexto da pandemia. Ao final, foram escolhidos os três projetos mais criativos por uma votação pelo WhatsApp. O prêmio? Muitas guloseimas!

Segundo Eunice, a criatividade e sensibilidade dos 50 estudantes participantes surpreendeu a toda equipe pedagógica. “Ficamos muito surpresos com o retorno dos trabalhos. Foram muito marcantes os vídeos que os estudantes apresentaram enquanto vivemos este momento.  Eles demonstram uma imensa vontade de ajudar o próximo”, conta. “Acredito que trabalho realizado desta maneira, deixando os alunos como protagonistas, fará toda a diferença em seus processos de formação e em suas carreiras”, acredita a educadora.

“O pensamento computacional on-line e offline assume um papel relevante na aprendizagem e formação dos alunos, pois permite explorar os elementos que esses recursos oferecem. Traz também como benefícios o desenvolvimento de habilidades como o raciocínio lógico, autonomia, pensamento crítico, colaboração, trabalho empatia e capacidade de resolver problemas complexos”, ressalta a professora Eunice.

E nada melhor do que os próprios estudantes para apresentarem suas criações. Conheça os robôs que prometem levar mais de amor e alegria neste período tão peculiar.




E tem mais novidade (e criatividade) a caminho, como adianta a educadora Eunice. “Estamos começando outro desafio. Um projeto que terá como tema: A tecnologia e a matemática com o uso de sucata, promovendo a sustentabilidade”.

Já sabemos que vem mais coisa boa por aí, não é mesmo? Vamos aguardar!

Não perca!

Saiba quais eventos estão rolando por aí e participe!

Leia também