Notícias

Estudantes do Maranhão vencem competição nacional com software de inteligência artificial inclusiva

29/12/2020

Alunos de escola estadual de Timon, no Maranhão, desenvolveram programa que obedece a comandos de voz para pessoas com dificuldade de locomoção.

Compartilhaê!

Alunos do grupo de robótica do Centro Educa Mais Jacira de Oliveira e Silva

Com um software inclusivo, estudantes do Ensino Médio da cidade de Timon (MA) próximo à divisa com o Piauí e distante 450 km da capital São Luís, venceram na categoria Engenharia a 17ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2020, promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações.

Os alunos fazem parte de um grupo de robótica do Centro Educa Mais Jacira de Oliveira e Silva, escola da rede pública estadual, e tiveram a coordenação do professor de Física Francisco Antônio Campêlo para criar um software para pessoas com dificuldade de locomoção. Por meio de comandos de voz, o programa auxilia na execução de atividades como abrir portas e ligar e desligar aparelhos elétricos.

Realizada anualmente, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) tem o objetivo de mobilizar a população, em especial os jovens, para atividades científico-tecnológicas, valorizando a criatividade, a atitude científica e a inovação.

As ações contam com a colaboração de instituições públicas e privadas, universidades, museus, fundações de amparo à pesquisa, parques ambientais, jardins botânicos e zoológicos, secretarias estaduais e municipais, dentre outras entidades.

Este ano, a Semana teve como tema “Inteligência Artificial: a nova fronteira da ciência brasileira”, e foi realizada de forma virtual. “Resolvemos mostrar os resultados do laboratório de robótica que temos na escola e, quando saiu o resultado, ficamos muito felizes com a conquista do 1º lugar”, diz o professor Francisco.

“Primeiramente, nossa ideia era facilitar a vida de pessoas com deficiência para que pudessem, através da voz, ligar e desligar equipamentos como ventilador, televisão, ar-condicionado. Hoje vemos que podemos expandir para outras áreas como desligar equipamento da escola, entre outros”, explica Vithor Thersandro Santos Soares, um dos integrantes da equipe, composta por quatro participantes.

Alunos do grupo de robótica do Centro Educa Mais Jacira de Oliveira e Silva

Foto: Divulgação/Governo do Maranhão

Marcello Lima Santos, que também faz parte do time vencedor, diz que a conquista expandiu as possibilidades para os estudantes. “Foi muito gratificante ver nosso trabalho reconhecido, porque foi fruto de muita dedicação para trazer ao público algo inovador. Foram muitas lutas diárias e muito esforço para concretizar esse projeto”.

Para Victor, a conquista da 17ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia  foi também um sonho realizado. “Ela traz muita felicidade, porque a escola fez um trabalho com bastante carinho, e o projeto foi bem recebido e bem avaliado. Sempre trabalhamos com a ideia de ser grandes, de que poderíamos mudar o mundo e mostrar que mesmo estando aqui no interior, podemos fazer coisas incríveis”, finaliza.

Não perca!

Saiba quais eventos estão rolando por aí e participe!

Leia também