Dicas do especialista: o que iniciantes em programação devem aprender primeiro?

08/11/2017 04:11

Com tantas linguagens de programação e aplicações disponíveis, é comum que quem deseja iniciar se aventurar no mundo dos códigos ou mesmo quem já começou a estudar, acabe deixando a ideia de lado por não encontrar materiais de apoio que enriqueçam seu aprendizado. No caso de educadores, que buscam por maneiras de trazer a tecnologia para dentro da sala de aula, o desafio é duplo: por onde eu começo e o que devo ensinar primeiro?

A boa notícia é que existem diversos cursos e iniciativas gratuitas que te ajudam nessa missão. O Programaê! é uma das alternativas e possui trilhas específicas para todo nível de conhecimento – tanto do aluno, quanto do docente. Para o professor Isidro Massetto, consultor do projeto, quem não tem muito contato com o assunto deve começar pelas trilhas de nível 1, da Hora do Código, e em seguida passar para o Scratch. A partir dessa segunda etapa, já é possível criar pequenos aplicativos e jogos. “O mais interessante, quando se chega ao Scratch, é que todos já conseguem aplicar o que foi aprendido anteriormente e ver os resultados. Isso aumenta o interesse do grupo”, explica.

Outra sugestão de Massetto é que mesmo que a escola não possua internet ou equipamentos necessários para os estudantes realizarem atividades online, ainda é possível aplicar a linguagem dos códigos em sala de aula de maneira offline. “Um bom exemplo, é definir um “cenário” no chão composto de blocos quadrados. Criar um ponto de início e um objetivo para que um aluno possa fazer a função do personagem de um jogo, definir as instruções permitidas e como elas são executadas e a partir daí lançar desafios. A execução seria a simulação de um programa por parte de alguém do grupo que o definiu”, ensina ele.

Para turmas em que todos já estiverem familiarizados com programação, a dica é começar a estudar algo mais sofisticado, como Javascript ou Python. A vantagem da primeira é que se houver um browser (Google Chrome, Firefox ou mesmo Edge) com as opções do desenvolvedor habilitadas, o estudante pode abrir um terminal e começar a digitar seus comandos, sem precisar de uma ferramenta própria para isso.

Todo o material necessário para que o professor possa atualizar seus conhecimentos no assunto e aplicá-lo em sala de aula está disponível em nosso site, que ainda permite criar conteúdos personalizados, monitorar todo o progresso de cada usuário e ainda oferece o material de apoio para a realização das aulas.

As dicas completas para iniciantes em programação estão no vídeo abaixo!