Hora do Código: conheça o projeto que incentiva a programação!

16/10/2017 17:10

1508175033b24d8593ac01434ded01a3c155dd5370O primeiro contato que crianças e adolescentes têm com a tecnologia acontece cedo, antes mesmo de começarem a falar. Hoje, a familiaridade com celulares, tablets e qualquer outro gadget pode parecer distante somente para alguns adultos, que cresceram no mundo analógico. Por conta dessa facilidade, a maneira de absorverem conhecimento também mudou e educadores e instituições de ensino já estão atentas a isso, trabalhando para levar novas práticas pedagógicas para dentro dos muros das escolas. E é para ajudar nesse momento de transição pelo qual a Educação passa, que foi criada a “A Hora do Código”, no Brasil desde 2014, em parceria com o Programaê!.

A iniciativa, da plataforma Code.org, visa oferecer o acesso a tecnologia e a programação para crianças e adolescentes do mundo inteiro com a ajuda de atividades on ou offline. A ideia é simples de ser estabelecida, basta destinar pelo menos uma hora por dia para realizar as trilhas e exercícios propostos pelo movimento. Tudo é pensado para que professores apresentem aos alunos os conceitos mais básicos da linguagem dos códigos em suas disciplinas. .

As atividades, ou trilhas, propostas estão disponíveis para qualquer nível de conhecimento, do iniciante ao expert, para crianças a partir dos 4 anos de idade. Mesmo para adolescentes, as sugestões para quem está começando não devem ser descartadas. Neste caso, a indicação é começar pelas opções JavaScript para Star Wars, ou ainda, completar os tutoriais de Angry Birds e Frozen. “Tudo na “Hora do Código” é pensado para que alunos e professores subam o nível de conhecimento à medida em que elas são completadas. O trabalho em grupo e em sala de aula torna-se um desafio divertido, que será incorporado à rotina escolar”, esclarece o educador e consultor do Programaê!, Isidro Massetto.

Com isso, formou-se uma corrente global entre instituições e alunos, que desde 2013 participam dessa semana atípica, durante a qual se dedicam a escrever algumas linhas de código, mesmo que destinando apenas um pouco de seu tempo para tal. O evento geralmente acontece em dezembro, em comemoração ao aniversário da mãe da ciência da computação, a Almirante Grace Murray Hopper, nascida em 9 de dezembro de 1906.

No Brasil, a semana da “Hora do Código” acontece de 6 a 11 de novembro de 2017 por conta do calendário escolar. No entanto, cada grupo e instituições de ensino podem ter sua própria semana de desafios. Apesar das atividades estarem relacionadas à programação, o uso de computador ou internet não é sempre necessário. Além disso, para completar os desafios, os estudantes não precisam estar logados ou ter um usuário na plataforma. Caso a escola não disponibilize máquinas, o professor pode projetar as os exercícios para todo o grupo de um laptop ou ainda, preparar as trilhas usando os próprios alunos e quadrados desenhados no chão.

No entanto, para ter uma base para implantar e explicar os conceitos de programação em sala de aula, o educador precisa acessar os materiais disponíveis pela Code.org, aqui mesmo no Programaê!, nos quais é possível encontrar boas dicas para preparação de aula, atividades offline e ainda tutoriais. E então, vamos começar?