Hora do Código nas Escolas: a programação em prol da educação

06/10/2016 15:10

Facebook

“Um professor que tenta ensinar, sem inspirar o aluno com o desejo de aprender, está martelando em ferro frio.” – Horace Mann

Já parou para pensar no tamanho da responsabilidade de um professor? Cativar, ensinar, aprender e… surpreender. Pode parecer óbvio, mas o poder do que se ensina em sala de aula e como se ensina tem despertado nos profissionais da educação a vontade de inovar e trazer para o dia a dia dos alunos maneiras diferentes de apresentar os conteúdos.

Em um mundo superconectado, a metodologia convencional desperta cada vez menos a curiosidade que há dentro de cada estudante e é preciso aceitar que unir forças com apps, celulares e computadores tem papel decisivo nas escolas.

Com o objetivo de preparar educadores para disseminar o ensino da programação ao maior número possível de pessoas, o Programaê! realiza, entre os dias 7 e 11 de novembro, a primeira edição da Hora do Código nas Escolas, iniciativa que visa impactar docentes do Ensino Fundamental I e II e mostrar que a tecnologia pode ser uma facilitadora para a educação.

Aquecimento para a Hora do Código global, que acontece entre 05 e 11 de dezembro e convida gente todas as idades a dedicarem ao menos uma hora de suas vidas à linguagem dos códigos, a ação pretende mobilizar professores de todo o Brasil com apoio de um site recheado de conteúdos exclusivos: o www.programae.org.br/educador

Na plataforma, videoaulas curtas e objetivas ensinam, passo a passo, como introduzir a este desafio para crianças e adolescentes, além de apresentarem as atividades propostas pela Code.org, criadora dessa grande maratona e uma de nossas parceiras. Ministradas pelo professor Francisco Isidro Massetto – nosso curador de conteúdo, doutor em engenharia elétrica e mestre em ciência da computação –, as aulas mostram que ensinar programação e com programação é fácil, que transmitir esse conhecimento é possível e que a Hora do Código nas Escolas é um ótimo meio de estimular o processo de aprendizagem dos alunos através ferramentas inovadoras. Ao final, o educador ainda pode testar seus conhecimentos e receber um certificado.

O site ainda traz planos de aula com os quais é possível criar cursos de acordo com a complexidade desejada, quantidade e idade dos participantes, disciplina envolvida e equipamentos disponíveis para a atividade. Isidro ainda destaca a versatilidade da plataforma: “Os educadores terão a oportunidade de conversar com seus alunos por meio de uma linguagem diferente. Com isso, os jovens programadores poderão desenvolver o senso de direção, a atenção à grafia dos comandos, além de exercitarem a criatividade e o raciocínio lógico. Em médio prazo, isso reflete em maior capacidade de concentração, de conclusão de projetos e de trabalho em grupo”. Para incentivar o engajamento dos estudantes, as trilhas são protagonizadas por personagens de sucessos como os games Angry Birds e Minecraft, a animação Frozen e a saga Star Wars. Quer saber como você e seus alunos podem participar?

Corre já para o site: www.programae.org.br/educador