Professor / Para Além Do Computador / Aula 9 – Funções

Aula 9 – Funções

Objetivos

  • Aprender a identificar padrões em processos
  • Compreender os conceitos de função e acionamento de função
  • Ilustrar o modo como tarefas repetitivas podem ser armazenadas em um grupo pequeno que pode ser “acionado” diversas vezes, em vez de desperdiçar espaço com inúmeras cópias da mesma instrução.

 

Conteúdos

  • Função
  • Acionamento de função
  • Variável
  • Padrão em tarefas repetitivas

Materiais

  • Vídeo: Atividade Desplugada - Funções

Preparação

ANTES DA AULA

Realizar o download do vídeo “Atividade Desplugada – Funções”

Importante: apesar de termos alterado as atividades desenvolvidas na aula, assistir ao vídeo é uma maneira de entender melhor os conceitos por trás dos exercícios

Desenvolvimento

ATIVIDADE 1

Funções são recursos essenciais na estruturação de um código de programação. Elas funcionam como um programa paralelo, que é acionado por um programa principal ao longo de sua execução. Seguindo essa lógica, se há um conjunto de unidades que é repetido diversas vezes em um código, é mais simples definir esse grupo como uma função e “chamá-la” a cada vez que for preciso.

Nessa atividade, esses conceitos serão transmitidos por meio da música. Batucando em suas mesas, os alunos aprenderão quais são as unidades mais simples disponíveis, como definir um conjunto de unidades – habilidade– e como agrupá-los para fazer uma programa.

UNIDADES MÍNIMAS

Para introduzir aos alunos o conceito, vamos apresentar as unidades mínimas de que eles irão trabalhar. No caso, trabalharemos com :

Aula9-3

Para mostrar essas habilidades, o professor pode demonstrar em sua própria mesa o que significa cada unidade. Depois de demonstrar, entregar para os alunos a impressão das unidades mínimas que cada um vai usar.

CONCEITO DE PROGRAMA

Nesse momento, você deve explicar que combinando as unidades mínimas, é possível criar um ritmo, ou programa. Uma sugestão é escrever o seguinte programa para os alunos usando as unidades mínimas:

Aula9-4

O professor deve executar o programa para os alunos entenderem o conceito.

CONCEITO DE HABILIDADE

Depois de mostrar essas unidades aos alunos o objetivo será apresentar o conceito de “habilidade” para os alunos. Para isso, você pode pedir aos alunos para o ajudarem a identificar que padrões que se repetem. Caso os alunos tenham dificuldades em identificar, duas sugestões de habilidades são:

Aula9-5

Obs.: outra possível habilidade que os alunos podem sugerir é Habilidade 03 – Esquerda, Direita. É uma habilidade válida, que parece facilitar os próximos passos da aula. De qualquer forma, é importante que as habilidades 01 e 02 tenham sido explicitadas.

A partir dessas habilidades, mostrar que o programa inicial pode ser escrito de uma forma muito mais simples. Pedir ajuda da sala para dizer como o Programa 01 deve ser escrito agora. Idealmente, se chega nesse modelo:

Aula9-6

Escrito o programa simplificado, o professor pode pedir para a sala inteira executar junto com ele o novo programa. Depois dessa execução, o professor pode sugerir que as unidades mínimas podem ser misturadas com as habilidades para criar um programa. Exemplo:

Aula9-7

Execute esse novo programa (sem interação da turma) e parte para a próxima parte da aula.

CRIAÇÃO ARTÍSTICA DOS ALUNOS

Agora, os alunos terão que usar os conceitos de unidade mínima, habilidade e programa para fazer suas próprias criações. Cada um recebe 5 minutos para criar seu próprio programa, utilizando: • Unidades mínimas; • Habilidades 01, 02, 03 (ou quaisquer que forem levantadas durante a aula); • Novas habilidades que conseguirem imaginar; • Novas unidades mínimas que conseguirem imaginar.

Em seguida, os alunos são organizados em dupla e trocam os programas entre si. Eles irão revezar entre si para executar o programa criado pelo colega. O papel do professor aqui é auxiliar os alunos com dificuldade em executar o programa e verificar se eles entenderam a atividade e criaram programas coerentes. Quaisquer conflitos de entendimento sobre os programas criados devem ser mediado pelo professor.

APROFUNDAMENTO

O professor pode mostrar que é possível que um programa também seja uma habilidade, de um programa maior. Nesse caso, o professor pode dar um nome para um programa anterior demonstrado (exemplo: toque 1) e montar um programa que o utilize como habilidade. Por exemplo:

Aula9-8

Demonstre a estrutura do programa aos alunos, e depois peça para todos da sala executarem juntos esse novo programa.

ATIVIDADE 2

FAÇA VOCÊ MESMO

Inicialmente, permita que os alunos analisem o desenho a seguir

Aula9-1

Em seguida, em duplas, um dos membros da dupla deve definir as instruções para que o colega pinte, em uma folha quadriculada, exatamente este modelo. Como estrutura básicas, eles devem utilizar os comandos a seguir:

Aula9-2

A partir do que foi obtido, as duplas devem identificar o padrão (Função). Com esse padrão definido, Solicite aos alunos que escrevam a sequência padronizada (utilizar os comandos acima) e reescrevam o programa utilizando a função definida. Não esqueça de validar o resultado.

Avaliação

REFLEXÃO COM OS ALUNOS

Realizar uma autoavaliação é muito importante neste processo de produção. Incentive os alunos a analisarem se todos os objetivos propostos no início da aula foram atingidos e quais foram as dificuldades encontradas ao longo do caminho.

Estimule-os a compartilharem as experiências com a turma:

  • Consegui identificar os padrões?
  • Compreendi o conceito de Função?
  • Consegui descrever minhas instruções usando o conceito de função?
  • Compreendi a importância da organização das instruções?
  • Meu programa foi decodificado na forma como o planejei?
  • Consegui realizar o processo de validação?
  • Interagi com meus colegas durante a codificação e decodificação das instruções?
  • Consegui compartilhar meu aprendizado com os colegas?
  • Consegui trabalhar em equipe colaborando com meus colegas?

REFLEXÃO E AVALIAÇÃO DO PROFESSOR

  • Consegui concluir o plano desta aula?
  • Meus alunos encontraram muita dificuldade?
  • O que preciso melhorar?
  • Todos os alunos conseguiram concluir a proposta do “Faça você mesmo”? Quantos concluíram?
  • Quais foram as ocorrências que impediram a conclusão da atividade?