De PET em PET, a fração aparece

A matemática está presente em diversas situações do cotidiano, e muitas delas são imperceptíveis aos olhos dos nossos alunos.

O estudo das frações é essencial no Ensino Fundamental; entretanto, nota-se certa aversão aos números fracionários por parte dos alunos, uma vez que este conhecimento é obtido de forma abstrata.

De acordo com a Base Nacional Comum Curricular – BNCC, “a matemática cria sistemas abstratos, que organizam e interrelacionam fenômenos do espaço, do movimento, das formas e dos números, associados ou não a fenômenos do mundo físico. Esses sistemas contêm ideias e objetos que são fundamentais para a compreensão de fenômenos, a construção de representações significativas e argumentações consistentes nos mais variados contextos”.

Profa. Natália Mariana Ferreira Rosa Cruz

Graduada em Matemática pela Universidade Camilo Castelo Branco. Professora de matemática no ensino fundamental e médio na rede pública de ensino do estado de São Paulo.

Reconhecer o uso de frações em diferentes contextos cotidianos; Explorar situações-problemas com os diferentes significados de fração; Determinar a fração de um número natural em situações matemáticas e em situações-problemas; Identificar frações equivalentes; Resolver problemas que envolvam identificação, classificação e ordenação de frações; Efetuar cálculos (mentais ou escritos) envolvendo operações com frações; Desenvolver o pensamento computacional no ensino da matemática.

Alunos do 6º ano do Ensino Fundamental, podendo ser ampliado a demais séries/anos.

Fundamental I - Matemática.

6 aulas de 50 minutos cada.

Situações que envolvem frações; Frações equivalentes; Comparação de frações; Adição e subtração de frações.

Garrafas PET de tamanhos iguais; Fichas de papel; Caneta permanente; Fita métrica; Laboratório ou outra dependência com fácil acesso a água; Corantes atóxicos; Livro didático; Lousa.

PASSO A PASSO

Quer saber como aplicar esse plano de aula?

Baixe o passo a passo!

Baixe agora