Existe uma Cultura Brasileira?

O tema da cultura brasileira é rico, instigante e apresenta grandes desafios. No contexto nacional, a ideia predominante é a de que existe uma cultura brasileira presente em todo o território nacional, especialmente com as práticas culturais como o samba, o futebol e a feijoada. É importante perceber que estes elementos da cultura foram eleitos a fim de construir uma identidade nacional
brasileira, sobretudo em outros países.

No entanto, muitas vezes essa ideia de uma única cultura nacional esconde a riqueza e a pluralidade da cultura brasileira. O que nos interessa nessa sequência didática é a valorização da pluralidade cultural brasileira que se apresenta a partir das identidades culturais regionais ou regionalismos brasileiros.

A ideia desta proposta é auxiliar na percepção da cultura brasileira observando as particularidades regionais do País, da história, da tradição e dos costumes regionais, proporcionando aos alunos a oportunidade de questionar sobre a existência de uma cultura brasileira única.

Prof. Marciano Kappaun

Licenciado em Ciências Sociais e mestre em Ciências da Religião. Pesquisador do Laboratório de Antropologia Urbana – LabNAU e do Centro de Estudos de Religiosidades Contemporâneas e Culturas Negras – CeRNe, da Universidade de São Paulo – USP. Atuou como professor no Instituto Federal Catarinense e atualmente é
professor de Sociologia no Ensino Médio na rede pública estadual de São Paulo.

Ampliar a compreensão do conceito de cultura brasileira, articulando a história, tradição e os costumes regionais; Compreender que a cultura brasileira é uma construção histórica e social que se relaciona com ideia de nacionalidade brasileira. Desenvolver o pensamento computacional e criativo.

Ensino Fundamental II , 6º ano.

Ensino Fundamental II - 6º ano.

6 aulas.

Compreender os aspectos linguísticos, históricos e geográficos que revelam a formação das culturas regionais; Compreender as diferenças regionais, as tradições e os costumes para respeitar a pluralidade cultural; Aprender a utilizar o pensamento computacional para a construção de um aprendizado criativo.

"Quebra-cabeças cultural" - composto de recortes de imagens e textos que caracterizam as práticas culturais nos estados e regiões do país; Tablets e/ou microcomputadores; Software Scratch.

PASSO A PASSO

Quer saber como aplicar esse plano de aula?

Baixe o passo a passo!

Baixe agora