Na medida certa, vamos vencer a corrida da reciclagem?

A matemática está presente na vida da criança antes mesmo do período escolar, através de números, medidas, formas geométricas etc., e assim, sem a intenção de aprender, a criança desenvolve uma percepção matemática, o que contribui para o desenvolvimento da disciplina em fase escolar.

Nos anos finais do Ensino Fundamental I (4º e 5º anos), observa-se a necessidade do fazer. É a partir da construção que a criança percebe o ensino da matemática, de forma mais ampla e efetiva, e uma grande dificuldade dos educadores é criar tal desafio, demonstrar em ações práticas como é possível aprender e compreender conceitos abstratos.

A contextualização oferece um novo olhar para a matemática que deve ser apresentada pelo educador de forma objetiva e leve, utilizando-se de ferramentas pedagógicas pertinentes, como histórias, construções, observações, entre outras, que facilitem o aprendizado, enaltecendo o aluno pela sua autonomia.

Profa. Natália Mariana Ferreira Rosa Cruz

Graduada em Matemática pela Universidade Camilo Castelo Branco. Professora de matemática no ensino
fundamental e médio na rede pública de ensino do estado de São Paulo.

Desenvolver a coordenação motora e possibilitar o manuseio de materiais recicláveis; Identificar e relacionar figuras geométricas planas e espaciais com objetos reais; Reconhecer diferentes unidades de medidas e resolver problemas que envolvam a medição; Desenvolver atitudes de interação colaboração e troca de experiências em grupo.

Estudantes do 4º e 5º anos do Ensino Fundamental.

Ensino Fundamental I 4º e 5º anos - Matemática.

5 aulas.

Quantificação; Geometria plana e espacial; Unidades de medida - sistema métrico decimal; Sustentabilidade.

4 tampinhas de garrafas PET; 1 pedaço de papelão tamanho 10x15cm; 1 canudo plástico, 1 palito de madeira, 1 bexiga; Giz de cera ou lápis de cor para decorar o carrinho; Fita adesiva;

PASSO A PASSO

Quer saber como aplicar esse plano de aula?

Baixe o passo a passo!

Baixe agora