Quiz: a Ciranda da Ética na Cultura Digital

O ambiente escolar é propício para o aprendizado e a prática da ética, um exercício diário que promove reflexões sobre diversas ações humanas, bem como suas consequências.

A ética deve ser trabalhada desde o ensino fundamental, de forma a contribuir para a formação do caráter do aluno, como também o respeito, a justiça, entre outras posturas. Seja no convívio presencial ou nas relações virtuais, a ética deve sempre prevalecer na vida do aluno, na escola, em casa com a família ou com amigos. As boas maneiras são bem-vindas desde os primórdios.

Ao mesmo tempo, a cultura digital exige novas formas de comunicação e percepção dos fatos; novas formas de pensar e agir passam a ser uma premissa na formação do aluno.

Assim, os professores enfrentam diversos desafios para discutir ética com alunos, tema que parece não despertar muito o interesse deles.

Prof. João Fernando Costa Junior

Administrador, especialista em Informática na Educação, Docência Ensino Superior e Técnico, Gestão de EAD e
Mestrando em Educação. Editor-chefe da Revista Espírito Livre.

Apurar o pensamento crítico e a autonomia intelectual; Compreender os conceitos de moral e ética e sua relação com a Cultura Digital; Consolidar a comunicação como forma de diálogo para a construção do ser humano social e crítico; Criar um ambiente saudável para o desenvolvimento do pensamento.

Estudantes do 6º e 7º anos do Ensino Fundamental.

Tema transversal.

8 aulas.

Estudo sobre os conceitos de moral e ética desde os primórdios; A ética no lar: como ensinar cidadania aos filhos e demais membros da família; A ética na sociedade, nos relacionamentos pessoais e profissionais; A ética na cultura digital.

Lápis, caneta; Borracha, papel e giz branco/colorido; Caixa de papelão, fita crepe, papel de presente para decoração.

PASSO A PASSO

Quer saber como aplicar esse plano de aula?

Baixe o passo a passo!

Baixe agora